Educação Socioambiental

O Papel da Educação Socioambiental na Implantação de Empreendimentos de Engenharia de Grande Porte

A Construção de Barragens e o Papel da Educação Socioambiental: Uma Análise da Intervenções em Serro Azul e Barra de Guabiraba é o título da pesquisa de Mestrado em Tecnologia Ambiental, defendida, em julho de 2017, pela educadora ambiental Luciana Pontes.

Luciana é integrante do Eixo Temático Educação e Comunicação Socioambiental da Plonus e da equipe técnica dos Projetos Olhares da Mata e Unidades de Conservação: da Teoria à Prática.

A pesquisa partiu de um diagnóstico da situação em que se encontram as obras de implantação das barragens Serro Azul e Barra de Guabiraba e a influência dessas obras na população de seu entorno.

Educação Socioambiental em Obras de Engenharia de Grande Porte

O Objetivo da Pesquisa

O objetivo era propor uma matriz pedagógica com norteamento metodológico para ações de educação socioambiental nas comunidades alvo de intervenções por meio da implantação de empreendimentos de engenharia de grande porte.

A metodologia contemplou seis aspectos socioambientais antrópicos e quatro aspectos físicos e bióticos que deflagram diferentes impactos atuantes decorrentes das obras de intervenção.

Os Resultados da Pesquisa

Como resultado da pesquisa, foi constatado que a educação socioambiental é um instrumento indispensável na mitigação de impactos decorrentes dessas obras. Ela contribui para a inserção social das comunidades atingidas diretamente.

Luciana Pontes, Mestra em Tecnologia Ambiental, é especialista em Educação Ambiental e em Ludicidade e tem grande experiência na elaboração e execução de Programas de Educação Socioambiental.

Clique aqui e conheça mais sobre os Eixos Temáticos da Plonus.